40 anos de prevenção e ainda não temos motivos para comemorar

40 anos de prevenção
O dia 27 de Julho foi escolhido para ser comemorado o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho devido ser esse o dia que, em 1972, foram publicadas as portarias 3.236 e 3.237, por iniciativa do então Ministro do Trabalho, Julio Barata.
Apesar de já terem se passado 40 anos desde então, infelizmente ainda não temos muitos motivos para comemorar. A verdade é que ainda existem muitos trabalhadores que são vitimados pelo acidente de trabalho todos os dias. Grande parte desses acidentes (cerca de 94%) são em virtude de comportamentos de risco do trabalhador, mas também temos aqueles que estão diretamente ligados às condições de trabalho.
Penso que é muito importante que tenhamos um dia específico da prevenção de acidentes, porém, mais do que isso, temos que usar esse dia para tenta convencer patrões e empregados que ainda não valorizam a prevenção.
Quando pensamos que fomos o primeiro país a tornar obrigatório a presença do serviços de segurança nas empresas com mais de 100 funcionários, ficamos com a sensação de que a evolução da segurança tem sido muito lenta. Entendemos que isso se deve, principalmente pela falta de fiscalização eficaz. Desde então os sindicatos têm assumido o papel de fiscalizador, mas também não conseguiram a força necessária (até por falta de conhecimento da área), para tornar essa ação eficaz.
Enquanto isso, nós profissionais da área, ficamos “brigando” contra tudo e contra todos para fazer com que tenhamos um motivo real para comemorarmos esse dia!
Darcy Mendes Darcy Mendes (786 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


4 thoughts on “40 anos de prevenção e ainda não temos motivos para comemorar

  1. Eu quero parabenizar, a todos que fazem as publicações sobre Segurança do Trabalho, pois é de suma importância para todos nós que estamos inseridos nesta profissão.

  2. Parabéns pelo lembrete, tenho acompanhado as publicações e tenho gostado, sou Téc. de Seg ha 18 anos, porém não atuante diretamente com base na CLT, sou bombeiro, e agora pretendo entrar na àrea como Téc. de Seg. ou professor em Escolas Técnicas pois tenho facilidades e ja dou aulas na Escola Superior de Bombeiros de São Paulo.

  3. Concordo com você Darcy,A segurança do trabalho no Brasil ainda engatinha. A esperança é que com esse novo movimento causado pela PNSST, e outros, dê um impulso necessário para a mudança, e consequente progressão da prevenção no Brasil. Já que e esperança é a última que morre… Vamos lá com ela.Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *