Copa da Africa e o risco do alto ruido das vuvuzelas.

Segundo pesquisa da Universidade de Pretória, na África do Sul, o som desse instrumento usado nos campos de futebol pelos torcedores africanos, pode chegar a 140 decibéis.
Isso supera de longe a nossa legislação que estabelece o limite de 85 dB(A) para exposição de 8 horas sem o uso do protetor auricular.
Para um ruído de 115 dB(A), que é o máximo estabelecido pela norma, o tempo de exposição é de apenas 7 minutos sem o uso da proteção.
Deste modo concluímos que, para o ruído de 140 decibéis, mesmo com o uso da proteção, o tempo médio de exposição seria de no máximo 7 minutos. A partir daí a saúde da pessoa já estaria sendo prejudicada, pois o ruído alto atinge nosso organismo de várias formas, tais como:
– Alterações sexuais
– Zumbido no ouvido
– Contrações musculares
– Estreitamento dos vasos
– Aumento da pressão sanguinea
Se depender do Técnico Carlos Alberto Parreira, a barulheira vai ser infernal, pois ele já exortou os torcedores da África do Sul a soprarem suas vuvuzelas “o mais alto possível” na partida de abertura da Copa do Mundo, contra o México. O público esperado é de 90 mil pessoas.
Fonte de pesquisa: http://olhar45.blogspot.com/
Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *