DDS – Riscos para controlador de tráfego

DDS controle de trafegoPráticas de trabalho seguro para controlador de tráfego:

  • Se a vista do operador estiver obstruída, este não deve mover o equipamento até que tenham sido tomadas todas precauções para proteger o operador e qualquer outro trabalhador envolvido na área.
  • Se não houver um controlador de tráfego presente, o operador deve realizar uma inspeção a pé na área em que o equipamento se movimentará.
  • O operador deve estar vendo o controlador o tempo todo e ter uma vista panorâmica da área em que o equipamento se moverá.
  • Regras para um controle de tráfego ou sistema de aviso
  • O controlador de tráfego deve:
  • Ficar em pé em uma posição segura, de preferência do lado do motorista, ser claramente visível, e ter uma vista panorâmica sobre o tráfego de aproximação.
  • Ser posicionar a pelo menos 25 metros de distância da área de trabalho, a menos que as circunstâncias ou os requisitos de espaço, tais como trabalhar em ou perto de um cruzamento, seja necessário.
  • O controlador de tráfego deve fazer todas as direções de controle de tráfego e sinais precisamente e deliberadamente de modo que o significado pode ser claramente entendido por todos.

Acidente ocorrido com controlador de tráfego:

Um controlador de tráfego trabalhando em um projeto de recuperação de estrada sofreu ferimentos graves depois de ser atingido e arrastado pelas rodas traseiras de um caminhão basculante, enquanto transitava em marcha ré.

O controlador estava em pé perto da parte traseira do caminhão do lado do condutor, na vista do motorista, quando um ciclista se aproximou do local de trabalho por trás do caminhão. O controlador orientou o ciclista para voltar, mas ele ignorou suas instruções e continuou até a estrada do lado do passageiro do caminhão. O controlador, em seguida, perdeu de vista o ciclista. Querendo confirmar a sua localização, ele se mudou para uma posição insegura a 2 metros por trás do caminhão, onde o motorista não poderia vê-lo. Ao mesmo tempo, o condutor do veículo deu marcha ré, muito embora eles tivessem estabelecido que o motorista só iria dar marcha ré quando pudesse vê-lo em seu espelho e ele desse o sinal de positivo para a manobra. Neste dia, no entanto, o motorista deu marcha ré quando mesmo sem estar vendo o controlador, que estava em uma posição insegura atrás do caminhão e foi atingido por suas rodas traseiras.

Gostou deste artigo?

Então inscreva-se GRÁTIS para receber todas as novidades no seu e-mail!

Coloque seu email abaixo e clique em Assinar

 

Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *