Desmotivação no trabalho pode gerar acidente

desmotivaçãoNão deixe que a desmotivação afete seu dia de trabalho

A desmotivação pode ser a pior coisa que existe para um trabalhador e pode influenciar diretamente em vários fatores, mas um dos itens esquecidos é a questão SEGURANÇA DO TRABALHO.
Normalmente quando analisamos um acidente tentamos identificar a causa básica e causa raíz (que pode ser mais de uma), para então traçarmos nosso plano de ação.
No entanto, questões ligadas à desmotivação dificilmente serão contempladas nessa análise por motivos que podem ser:
  • O acidentado não participa da análise (não temos seu relato) – Leia Como Elaborar um Relatório de Acidentes;
  • O chefe não tem a percepção necessária para identificar questões motivacionais;
  • Não há interesse em identificar tais questões;
Vejamos o que diz Leonardo Marioto em Motivação e desmotivação no trabalho, “No antagonismo de motivação temos a desmotivação no trabalho, principalmente representada pela apatia do participante perante as atividades diárias.” Nesse ponto, entendemos que, estando apático para exercer as atividades, o funcionário também “relaxa” nas questões de segurança, ficando mais vulnerável aos acidentes.
Como tratar a desmotivação no trabalho
O problema com a desmotivação no trabalho pode ser encarada pelos dois lados – trabalhador e empregador.
Trabalhador
  • Não está contente com seu trabalho;
  • Seu chefe está pegando no seu pé;
  • Não está contente com sua função;
  • Não tem boa relação com os colegas; etc…
Empresa
  • Não tem um canal de comunicação eficaz com os funcionários;
  • Falta de reconhecimento ao trabalhador;
  • Não tem plano de carreira;
  • Não tem programa de incentivo ao trabalhador; etc…
As causa podem ser muitas e tanto podem estar relacionadas ao trabalhador como com a empresa. 
Saber lidar com a situação é trabalho dos dois lados. Para um maior entendimento do tema leia Os sinais de desmotivação no trabalho, escrito pelo consultor Tom Coelho.
O que o Técnico de Segurança pode fazer?
Em nossas inspeções rotineiras devemos conversar com os funcionários e tentar perceber possíveis indícios desmotivacionais que pode afetar a percepção de risco do trabalhador.
Como fazer?
  • Participando dos DDS (dá para perceber muita coisa nesses momentos);
  • Estabeleça uma relação de confiança com os trabalhadores;
  • Tente identificar como estão as relações humanas no grupo (chefe-trabalhadores e trabalhadores-trabalhadores), nada pior do que ter uma dupla que não se conversa, fazendo uma mesma tarefa;
  • Se identificar algum problema converse com os dois lados da questão (cuidado para não se envolver em questões pessoais);
  • Envolva as questões motivacionais nas análises de acidentes.
O trabalho do Técnico de Segurança é prevenir acidentes usando de todos os meios possíveis e, as questões motivacionais podem estar diretamente relacionadas ao índice de acidente da sua empresa. Fazer uma boa análise pode ser a chave da questão para descobrir as verdadeiras causas de um acidente.
Vá a fundo na investigação! Não perca nenhum detalhe e tenha a certeza de que todos os fatos foram investigados. Só assim poderemos evitar que problemas de desmotivação no trabalho seja um dos causadores de acidente na empresa.
E você? O que achou deste artigo?
Deixe seu comentário e sugestões!!!


CLIQUE AQUI E VEJA COMO ANDA SUA MOVITAÇÃO NO TRABALHO

 
 
Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


14 thoughts on “Desmotivação no trabalho pode gerar acidente

    1. Busque a. atualização, através de revista jornais, livros, internet, todos os meios de comutação voltado, a área de segurança do trabalho,
      Boa sorte

  1. Concordo com você Eder.No entanto, os psicólogos e Assistentes Sociais ficam muito distantes do trabalhador.É claro que os casos mais graves devem ser direcionados para esses profissionais, mas cabe aos supervisores e até aos TST identificarem essas situações (não confundir com atuar), e tomarem as providências necessárias.

  2. Olá Darcy, o material divulgado é muito pertinete à Segurança e Saúde dos trabalhadores em geral, mas como TST e Psicólogo, devo advertir para o fato de que alguns problemas advindos dos relacionamentos e comportamentos humanos não podem ser tratados de maneira simplista, ou seja, sem uma formação técnica para tal, por tanto recomenda-se que em casos como estes apontados na matéria acima o TST ou responsável pela investigação mesmo que e preferívelmente antes que ocorra um acidente, o profissional de SST, ao identificar algum caso desta natureza, procure junto a empresa uma ajuda especializada da área da Psique (Psicólogos, Psiquiátras e até mesmo a Assistencia Social se julgar necessário), para uma correta avaliação da situação em questão. É claro que o recomendável seria uma avaliação e investigação multidisciplinar, mas sabemos que na realidade nem sempre isso é possível, só que eu creio que não podemos improvisar inadequadamente ou utilizando-se de achismo, podemos e devemos sim procurar ajuda especializada.Atenciosamente,

  3. OLÁ DARCY, ADOREI O ARTIGO, NÃO CONHECIA SITE, SOU TST, E VENHO ENFRENTANDO DIFICULDADES NO TRABALHO, GOSTARIA MUITO DE TER COM QUEM DIVIDIR EXPERIÊNCIAS E CONSELHOS, POIS SOU MUITO IMPULSIVA E AS VESES ISSO ME ATRAPALHA.

  4. Parabéns por este artigo, absorvi bastante coisa para meu dia dia como futuro Tecnico Segurança. Estou iniciando o curso e procurando cada dia mais me envolver nessa area

  5. Eu adorei este site, ele esclarece muitas dúvidas, eu estou no segundo módulo do tst, e não vejo a hora de atuar nesta área tão maravilhosa que escolhi.

  6. As questoes de desmotivação dada nessa materia são reais!!!E nós como tecnicos de HST devemos é dar conta desses aspectos de modo a atingirmos o objectivo de tolerancia ZERO em acidentes de trabalho!!!!!Obrigadão pela consideração dessa materia e espero mais assunto de HSST aliciantes para nós como tecnicos da area!!!!!

  7. Olá JuniorEsse é um problema enfrentado por muita gente! Infelizmente ainda temos (até em nosso meio), pessoas que usam os outros como trampolim para obter sucesso.Eu não me incomodo com isso! Cedo iu tarde o próprio sujeito acaba caindo em suas armadilhas!!!

  8. Amigo Darcy,Muito ótimo esta matéria que nos inspiram a comentar em um DDS, mas o que falar sobre assédio moral ao qual eu fui vítima durante nove (9) anos em uma empresa muito grande, onde os orientadores deveriam estimular as pessoas que sempre batalhou pra motivar outras pessoas???? ( Obsv: Sou Técnico de Segurança do Trab. e Téc. em Meio Ambiente)O que fazer quando as pessoas se sentem no trabalho.., oprimidas por conta de alguém que quer crescer sobre nossas fraquezas?????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *