Projeto prevê redução de impostos de equipamentos de segurança para motos

Projeto prevê redução de impostos de equipamentos de segurança para motos

Reduzir impostos para equipamentos de segurança de motos

O Projeto é de autoria do Deputado Federal Jesus Rodrigues e propõe a redução de impostos federais para equipamentos de segurança de motos, como capacete e roupas de proteção.
Vejo esse Projeto de Lei como uma ferramenta poderosa que pode vir a beneficiar não só os usuários de motocicletas, mas que também poderá no futuro ser aplicado a todos os Equipamentos de Proteção Individual.
As empresas gastam verdadeiras fortunas em EPI’s que são itens obrigatórios nas áreas de trabalho. Enquanto isso, do outro lado, os fabricantes de EPI’s, apesar da alta concorrência do mercado, tiram vantagem de terem um mercado obrigatório e fazem produtos com preços exagerados. Não estou dizendo que os fabricantes de EPI’s devem vender barato, mas sim, por um preço justo. A regulação dos preços dos EPI’s não existe e por isso todos seguem as tendências do mercado.
Não podemos esquecer que muita gente compra produtos similares a baixo custo, mas que na prática não cumpre com seu papel – proteger o trabalhador.
Com a isenção de impostos para todos mos EPI’s, as empresas pagariam menos e teriam condição de comprar produtos de qualidade que beneficiariam diretamente os trabalhadores e, indiretamente, a própria empresa.
A ideia do deputado é válida e tem nosso apoio. Criticar maus políticos é nosso dever, mas também temos que elogiar aqueles que tentam, pelo menos, fazer algo de bom durante seu mandato.
 
MAIS NOTÍCIAS
 

–>

Darcy Mendes Darcy Mendes (786 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio.
Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


One thought on “Projeto prevê redução de impostos de equipamentos de segurança para motos

  1. É uma lei muito importante. Tomara que seja aprovada. Com EPis mais em conta, os motociclistas usariam mais. E estariam mais seguros no trânsito.Nota 10 para os Deputados.Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *