Quanto ganha um técnico em Segurança do Trabalho

Quanto ganha um técnico em Segurança do Trabalho

Este é um artigo oferecido pelo JobTonic.com.

Descubra o salário do técnico em Segurança do Trabalho e saiba mais sobre a profissão.

 O Técnico em Segurança do Trabalho é uma daquelas profissões que começa de fininho e pouco a pouco vai ganhando destaque no cenário profissional. Hoje, essa é uma das profissões que estão em alta no mercado de trabalho. O curso técnico em Segurança do Trabalho é um dos mais procurados no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) e quem decide ingressar nessa área encontra um mercado aquecido e conclui o curso com inúmeras vagas de emprego à sua disposição. Esse profissional atua na análise e prevenção de doenças ocupacionais ou acidentes nos mais diversos setores do mercado, variando desde bancos até a área de construção civil.

Buscando vagas de técnico no Brasil? Acesse nosso site e encontre vagas em todo o país.

Sobre sua função e área de atuação

Dentre suas principais atividades estão: implementar ações corretivas; identificar riscos de acidentes, pessoais, ambientais ou patrimoniais; analisar doenças de trabalho e acidentes considerando suas soluções; planejar e executar programas de treinamento para aprimorar a segurança do ambiente; participar em campanhas de prevenção e reuniões de empresas; orientar equipes sobre o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), bem como de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs). Para poder exercer a profissão, o profissional formado em Segurança do Trabalho deve ter nível de escolaridade médio e, preferivelmente, formação específica em Segurança do Trabalho. O curso tem duração média de um ano e meio e nele são desenvolvidas diversas capacidades de observação especializada, ética, habilidade de comunicação, administração de problemáticas, atitudes proativas e outras competências básicas.

 Mercado de trabalho para esse profissional

O técnico em Segurança do Trabalho tem um campo bastante amplo de atuação e pode exercer funções em diversos setores tanto de empresas privadas como também públicas e órgãos oficiais. O mercado de trabalho mostra-se favorável para esse profissional justamente porque toca em pontos cruciais que contribuem diretamente para a boa gestão de empresas de qualquer porte: a saúde e o bem estar do quadro de funcionários.   

Média salarial para um técnico em Segurança do Trabalho

O salario médio de um técnico em Segurança do Trabalho pode variar bastante, uma vez que ele é definido por diferentes sindicatos da categoria, que dependerá de cada cidade ou estado do setor. O sindicato de São Paulo, por exemplo, apresenta variações para técnicos que atuam em comércio, engenharia, indústria, hospitais e construção civil. No estado de São Paulo, particularmente, o setor que mais se destaca é o da engenharia. Considerando todos os cargos existentes, seu salario pode variar de R$ 2.958 a R$ 6.500.

Abaixo, veja alguns cargos e seus respectivos salários para esse profissional:

  • Coordenador do Trabalho: R$ 4.869
  • Analista do Trabalho: R$ 2.977
  • Assistente do Trabalho: R$ 1.523
  • Auxiliar do Trabalho: R$ 1.374
  • Técnico do Trabalho: R$ 2.611
  • Supervisor do Trabalho: R$ 4.152
  • Professor do Trabalho: R$ 1.414
  • Médico do Trabalho: R$ 5.236

Veja mais dicas sobre a profissão nos artigos abaixo:

Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


4 thoughts on “Quanto ganha um técnico em Segurança do Trabalho

  1. Vendo o descrito acima faço duas observações:

    1 – O Curso técnico em Segurança do Trabalho, como todo curso de segundo grau, tem sua carga horária semelhante a qualquer um outro, com matérias do núcleo comum e específico. Essa carga horária reduzida É PARA QUEM JÁ POSSUI O SEGUNDO GRAU;
    2 – Não é o meu caso, pois não me submeteria à maioria desses salários, mas é deprimente oferecer R$ 1.414,00 ao PROFESSOR DE SEGURANÇA DO TRABALHO. Não generalizando, mas está ai o péssimo nível de ensino e forma como esse pessoal sai para o mercado, POIS QUEM ACEITA UM “SALÁRIO” DESSES, COM CERTEZA, OU NÃO SABE NADA A NÃO SER LER SLIDES, OU ESTÁ MUITO NECESSITADO!

    1. Eu fico com o “muito necessitado”, pois conheço ótimos profissionais que trabalham por esse salário! A vida tá difícil para todo mundo e nossos sindicatos só querem nosso dinheiro! Nunca vi o sindicado dos TST na porta da empresa exigindo que seja pago pelo menos o piso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *