Segurança do Trabalho: saiba mais sobre esse curso‬

Segurança do Trabalho: saiba mais sobre esse curso‬Este é um artigo oferecido pelo JobTonic.com.

Veja mais sobre um dos cursos mais cogitados do mercado.

 Mais sobre o curso

O curso de Segurança do Trabalho é um dos cursos que mais tem empregado nos últimos anos e anualmente forma milhares de novos profissionais. O curso técnico em Segurança do Trabalho tem como principal objetivo formar uma gama de profissionais para atuar na prevenção de acidentes e no apoio à saúde dos trabalhadores de uma empresa Esse curso tem nível médio e, nele, o estudante poderá aprender como garantir a segurança no ambiente de trabalho e minimizar quaisquer riscos que possam afetar a saúde da equipe.

Entre todos os temas estudados estão: as normas e leis sobre a segurança no trabalho, o uso de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e Equipamentos de Proteção Individual (EPI), princípios de higiene e saúde do trabalho, Programas de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e métodos para identificar, analisar e adotar medidas de controle a fim de prevenir possíveis riscos ambientais e preservar a segurança na realização das funções.

Segurança do Trabalho: saiba mais sobre esse curso e cadastre-se em jobtonic para poder encontrar vagas de emprego disponíveis em todas as regiões do Brasil.

Como funciona o curso?

O curso de Técnico em Segurança do Trabalho pode ser estudado em escolas em todo o Brasil, tanto na modalidade presencial como a distância. Para poder se inscrever no curso é preciso ter concluído o ensino básico. Dependendo da escola, pode ser ainda exigido uma idade mínima, que varia entre 16 e 17 anos. Outras escolas aceitam somente alunos do 2º ano ou que já tenham concluído o Ensino Médio. O curso possui três diferentes modalidades:

Integrada: nesse primeiro formato, o estudante precisa apenas matricular-se no curso, que integra todo o conteúdo sobre o tema com os cursos do Ensino Médio.

Concomitante: já aqui, o curso técnico será um complemento a mais do Ensino Médio e, por esse motivo, será preciso realizar duas diferentes matrículas.

 Subsequente: é destinado a quem já concluiu sua formação no Ensino Médio e está em busca de uma qualificação mais completa para atuar no mercado.

Grade curricular e perfil profissional

A carga horaria mínima desse curso é de: 1.200 horas/aulas e em algumas escolas o período de estudos pode corresponder a 3 semestres ou a até mesmo 3 anos.

Na grade curricular, pode ocorrer variação dependendo da instituição. As disciplinas que mais estão presentes em um curso desse porte são: desenho técnico, doenças ocupacionais, legislação, ergonomia, meio ambiente e qualidade de vida, sistemas de segurança e saúde no trabalho, prevenção e controle de riscos e tecnologias de prevenção e combate a incêndio e o suporte emergencial à vida dos trabalhadores. Esse profissional pode atuar em ações de prevenção; identificar e adotar medidas que minimizem riscos; orientar sobre o uso de equipamentos de proteção; investigar e analisar acidentes; e desenvolver ações educativas, entre muitas outras atividades relacionadas à profissão.

Mercado de trabalho para esse profissional

Com formação em Segurança no Trabalho, o profissional raramente ficará sem emprego, uma vez que a própria legislação exige das organizações a contratação de profissionais formados nesse curso. O técnico em Segurança no Trabalho pode atuar em sindicatos e entidades de classe, representantes de equipamentos de segurança, estabelecimentos comerciais ou na própria indústria (setor privado e público). Vale lembrar que esse curso é de nível médio. Para quem tiver interesse, os cursos superiores de Tecnólogo em Segurança no Trabalho são oferecidos por diversas faculdades espalhadas pelo território brasileiro.

Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


One thought on “Segurança do Trabalho: saiba mais sobre esse curso‬

  1. É pura verdade, o profissional de segurança do trabalho ter que mudar a cultura de trabalhadores que, por sua vez, vem trabalhando a muito tempo de forma incorreta, mas, pensando ele estar trabalhando corretamente dodo ao fato de que devido a este mesmo tempo, ao longo da suas atividades, ter incorporado o errado à normalidade de suas tarefa e já tem como um dado estabelecido. Então fica realmente difícil transformar o que se formou ao longo desse tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *