Soldagem: a importância das máscaras protetoras e sua evolução tecnológica

Soldagem: a importância das máscaras protetoras e sua evolução tecnológicaDa maneira que conhecemos a solda hoje pode-se contabilizar uns cem anos de existência, a soldagem tem o objetivo de unir duas partes de uma peça ou mais. Desde o início do uso da solda o manipulador teve que buscar uma proteção facial, principalmente a área dos olhos que é mais atingida por sua radiação e fagulhas.

Este guest post foi escrito por Herbert Faria do DDS ONLINE.

Já escrevi sobre Segurança do trabalho na atividade com solda no dds online, siga o link para ler mais.

        No decorrer do século 19 o uso da solda foi potencializado e as tecnologias empregadas foram crescendo com a adição do arco elétrico e fontes geradoras de energia elétrica. Durante a segunda guerra mundial houve um crescimento mais acentuado decorrente da fabricação de navios e aviões e consequência disso os meios de proteção também acompanharam essa evolução.

        O primeiro avanço desse equipamento de proteção individual EPI foi a inserção de lentes que escureciam automaticamente quando entravam em contato com o processo de claridade da solda. Apesar do uso da máscara vir de muito tempo atrás é recente o processo de auto escurecimento, foi desenvolvido em 1975, no mercado chegou apenas em 1981.

        O desenvolvimento surgiu à partir de uma necessidade do sueco Eik Hornell ao ver o pai soldando e perceber que teria que melhorar o tipo de proteção usada para aquela atividade, após isso abriu uma empresa e começou a comercializar seu produto de alta tecnologia.

        As máscaras usuais automáticas propõem uma visão clara e precisa, quando abre o arco escurece e inicia a soldagem, na interrupção volta a ficar clara.

        Em meados de 1980 com o uso do LCD (liquid cristal display) na larga produção de monitores, televisores e celulares proporcionou maior acessibilidade as máscaras com auto escurecimento.

        Os tipos de proteção para essa atividade compreende a máscara com filtro passivo ou convencional com filtros e lentes de proteção externa com menor custo e vida útil. Outra opção é a automática com auto escurecimento que o trabalhador não precisa levantar a máscara proporcionando maior conforto, enquanto a anterior é necessário levantá-la quando interrompe a soldagem provocando cansaço e fadiga, entre outras.

        Os preços também variam de R$ 17,00 à R$ 900,00 de acordo com a tecnologia embarcada. A sua durabilidade é infinita de acordo com os cuidados no uso e armazenamento.

        Para a proteção desses trabalhadores podem ser utilizados diversos meios, o controle do risco na fonte, no meio do processo através de diversas medidas e o primordial, fundamental tratar com os funcionários através de treinamentos e fornecimento desse EPI para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

        É necessário ficar atento a proteção do trabalhador, pois quando o mesmo é atingido surgem diversos sintomas decorrentes a luminosidade insalubre da atividade proveniente das radiações ionizantes ou não ionizantes.

        Os EPI´s mais recentes em suas tecnologias compreendem mais leveza, maior campo de visão, acoplar a outros equipamentos, ajustar a sensibilidade do trabalhador e design moderno.

        Gestor, fique atento as inovações e lançamentos e proporcione uma melhor qualidade a seus funcionários, com essas inovações o funcionário pode evitar contaminação de contato com gases e vapores e ter um maior conforto em não ter que ficar movimentando a máscara durante sua atividade e a projeção é sempre que a tecnologia venha proporcionar bem estar e produtividade ao profissional.

Obrigado por ler esse post, deixe seu comentário! Se estiver precisando de materiais de treinamentos prontos confira nosso acervo clicando aqui.

Darcy Mendes Darcy Mendes (784 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *