Identificar desvios não é tão fácil

Identificar desvios não é tão fácilPode parecer simples, mas não é. Falhas nas áreas de trabalho, sejam elas de origem operacional ou de equipamentos, nem sempre estão visíveis. É preciso olho clínico e até mesmo contar com alguma ajuda para identificá-las.

No texto Técnicas de abordagem para identificar e eliminar falhas, elenquei 10 itens que podem ajudar na tarefa de identificação de falhas.

O método que descrevi foi através da abordagem passiva, ou seja, você tem que deixar o trabalhador falar sobre suas dificuldades e possíveis problemas em sua área de trabalho. Não estamos nesse momento apontando desvios, mas sim, procurando por aqueles que estão “escondidos”.

Para tanto, é preciso que estejamos preparados e nunca agir com arrogância (leia esse excelente artigo A arrogância é o caminho mais curto para o fracasso); tenha atitudes positivas, tais como:

  • Saiba ouvir;
  • Saiba dizer “não”;
  • Seja empático;
  • Encorage seu interlocutor a falar (alguns têm medo de falar o que sabem);
  • Mostre-se solidário com sua situação;
  • Diga que está ali para ajudá-lo;

Enfim, nunca deixe parecer que você é superior ao funcionário, pois isso vai afastá-lo e deixá-lo na retaguarda, com medo de sofrer punições.

Se tiver que tomar alguma atitude frente a alguma situação, nunca se esqueça de primeiro elogiar os pontos positivos encontrados. Isso vai amenizar o trauma de uma possível medida administrativa a ser tomada.

Agindo assim, com certeza você terá a cooperação dos funcionários e tornará seu trabalho muito mais prazeroso e com resultados muito mais positivos.

Darcy Mendes Darcy Mendes (772 Posts)

Técnico em Segurança do Trabalho, graduado em Gestão Ambiental e especialização em Prevenção e Combate a Incêndio. Nas horas vagas sou músico e professor de violino!!!


2 thoughts on “Identificar desvios não é tão fácil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você é um robô? *